Que tal fazer uma faxina interna?

 

Aquela história de que tudo será para sempre é coisa de contos de fadas, mas isso todos nós sabemos. O que não aprendemos é darmos fim às coisas. Por mais que elas acabem, a mente continua a nos levar ao passado, às lembranças, aos sentimentos.

A forma mais fácil de você perceber isso é começar a prestar atenção se você fica com raiva, emocionado ou triste quando comenta do fato, da pessoa ou do que aconteceu. Isso não acontece apenas em relacionamentos, pode ser um emprego anterior, uma amizade, uma situação.

Para que comentar disso? Para que fuçar o arquivo do passado? Para que ter lembranças?

Relacionamentos são experiências, portanto limpe a casa para conseguir receber uma nova coisa, uma nova pessoa, uma nova experiência. Faça a faxina interna. Esvazie a casa e deixe novas coisas chegarem, novas pessoas.

Um bom exercício do grande mestre indiano Osho é: respire profundamente pela barriga várias vezes ao dia. É no estômago que acumulamos as emoções, as mágoas, as raivas. Todo o nosso “podre” fica no estômago. Faça essa limpeza. Limpe seu estômago.

Chore quanto for necessário, soque o travesseiro, berre, exploda, respire, mas deixe essa fumaça e poeira saírem do seu corpo.

Viver o agora é não ter passado, nem futuro. 

Colaboração de Stella Pessôa

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Dicas em destaque

Vender com sucesso!

1/10
Please reload

Dicas recentes
Please reload

Tags
Redes Sociais
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square